25 de abr de 2010

Finalmente... a permis

Esta semana passada foi uma semana de muitas emoções. O resultado oficial do board nacional e tb todos os preparativos para o recebimento da permis.
Fomos novamente à Montreal (desta vez num bate-volta) para que os 5 (cinco!!!!!) sobreviventes do processo da ordem recebessem suas licenças de trabalho. Foi uma cerimônia bem emocionante, com juramento e tudo mais. Lógico que as famílias estavam la, o orgulho transparecia em cada rosto emocionado e na cara de alivio dos dentistas que estavam sendo recebidos com todas as pompas na sua nova associação de classe.
As palavras da presidente e da diretora foram tb tocantes, mencionando o valor destes novos membros e a alegria de poder recebe-los. Elas falaram das medias que foram bem altas, das dificuldades e da perseverança de cada um deles.
Enfim, foi um dia de muita emoção e alivio. As crianças assistiram e atestaram que na vida nada é de graça, que o pai se esforçou e alcançou um passo muito difícil, isso nada no mundo pode tirar deles... acho que é o que podemos deixar para os nossos filhos: cumplicidade, fé e determinação.
Sobre a esposa, nem se fala, fiquei me segurando para nao ficar chorando o tempo todo... uma mistura de alivio com satisfação muito grande. Acho que o JR nao tem noção do quanto que este processo mexeu comigo. Que coisa linda foi a vitoria destes meninos!!!


E a vida continua...
Camila

15 de abr de 2010

Dentista Brasileiro no Québec

Hoje acaba para mim o processo de equivalência do meu diploma de dentista do Brasil aqui no Québec. Acabei de receber uma ligação da secretária da Ordem dos Dentistas do Québec, que sabe de toda nossa agonia pelo tanto que ligo lá atrás do resultado: PASSEI as últimas provas do National Dental Board Examination.
Desde a inscrição ( outubro de 2007) até hoje foram 2 anos e 6 meses.

A equivalencia acabou, mas agora começa outra fase, a de aprender a trabalhar no Canadá. A dinâmica, o material, a abordagem do paciente, tudo isso é muito diferente, e o pior de tudo eu acho, é ter que passar a barreira da língua. O francês para mim ainda é difícil, já que estudei para as provas em inglês, e ter uma conversa simples em francês é um martírio, cheio de erros e me sinto muito inseguro ainda em ter que passar um plano de tratamento, "vender o meu peixe". Ainda mais aqui, onde o paciente é mais questionador, mais instruído e mais consciente do que quer e do que deve ser feito. Mas isso, tenho certeza, vou conseguir pegar com o tempo e com a prática.

Agora é a minha vez de retribuir à Camila todo o apoio e dedicação que teve neste período. Temos um acordo de que quando tudo tiver terminado, seria a vez dela de seguir seu caminho e eu assumir grande parte das responsabilidades de casa enquanto ela se dedica aos seus estudos e à sua profissão.

Mais uma vez, agradeço também os amigos e a todos que torceram por mim. Quando estava descrente e desanimado, a lembrança das pessoas que acreditavam em mim deram-me força para levantar a cabeça e continuar.

Um abraço a todos, e lembrem-se: agora vcs tem um dentista brasileiro no Canadá para cuidar da saúde bucal de sua família!

Quando precisarem, entrem em contato pelo e-mail: dr.jose.roberto.p@gmail.com
ou pelo telefone mesmo, quem tiver.

Até mais!!!